Comunidade Shalom

Em Janeiro de 1983, o Sr. Cardeal D. Aloísio Lorscheider, aprova canonicamente a Comunidade Shalom, como Sociedade de Vida Apostólica. Assim, em Fortaleza – Ceará – Brasil, era assumida pela Igreja uma experiência de Vida Religiosa que começara a dar seus primeiros passos em Huambo – Angola, no ano de 1974.
Na realidade dos jovens de Angola, que nos anos 60 descobriram no Movimento Encontros de Jovens Shalom um espaço de crescimento e compromisso na Igreja e no mundo, fez-se sentir a necessidade de uma comunidade de padres disponíveis para a evangelização da juventude. No coração do Pe. Luís Carlos, onde Deus já fizera habitar este carisma da juventude, germina então o sonho da Comunidade.

Somos uma Comunidade de padres inteiramente dedicados à evangelização da juventude, especialmente através do Movimento Encontros de Jovens Shalom. Somos pessoas consagradas e nossa vida é andar por aí, indo onde os jovens estão para, a partir de sua realidade, com eles fazermos um processo de formação integral, ao nível humano, teológico, espiritual, social e pedagógico. Nossa vida é de andarilhos, missionária, indo de grupo em grupo, de paróquia em paróquia, animando cursos e encontros, à luz deste projecto de Educação na Fé, para um crescimento integral das pessoas.

Marcada pela itinerância e pela simplicidade, nossa vida procura encarnar o dinamismo do Evangelho no meio dos jovens, como uma pequena semente da libertação do Reino.
Há 12 anos faz sua história a Comunidade Shalom Feminina, como resposta ao chamado de Deus que se tem manifestado na vida de algumas jovens.

Carisma e fundamento

– Quem sou eu, como padre da Comunidade?
– Quem é o padre da Comunidade Shalom?
– Qual é a graça, o dom que Deus nos confia?

1. Somos chamados a ser Evangelho para os jovens, a viver o Evangelho no meio dos jovens, a anunciar o Evangelho aos jovens, como pequena semente de libertação, provocando o encontro dos jovens com Cristo, para uma vida de comunhão com o Deus Trindade e para a transformação da História, tendo o Reino como utopia.

2. É preciso acolher o dom que é ser Comunidade Shalom, pois ser da Comunidade é uma graça. Cada membro deverá sentir-se agradecido, feliz e chamado. O carisma é o nome que Deus dá a cada um de nós.

3. O acolhimento deste dom faz-se ao longo de toda a vida, através de situações de presença e de ausência. Deus vai tomando conta de nossa vida e nossa vida vai acolhendo o carisma e se fazendo graça, Evangelho para os jovens.

4. A palavra “Encontro” tem um significado grande, pois somos chamados para provocar o encontro dos jovens com Cristo, encontro pessoal e significativo, transformador da vida, capaz de abrir perspectivas e de comprometer a vida dos jovens num caminho de liberdade, dignidade e solidariedade e na comunhão com o Deus Trindade.

5. Vivemos o Evangelho como pequena semente de libertação, buscando a transformação da realidade pessoal e social, nos aspetos em que esta realidade deva ser transformada, para os valores do Reino. Ser uma pequena semente de libertação é a mesma coisa que ser Evangelho, pois entendemos o ser Evangelho como ser Vida, ser crescimento, ser transformação para a liberdade.

6. Ser Evangelho como pequena semente de libertação implica fluir na História, fazer caminho na História, como seres livres, itinerantes, conscientes do chamado de Deus, fraternos, acolhedores e provocadores, tendo riqueza para interpelar e levar a realidade a se confrontar com o Evangelho.

7. O estar voltados para os jovens é a missão específica do nosso carisma, assim como o ser uma pequena semente de libertação nos leva a considerar qualquer realidade que precise da libertação do Evangelho.

8. O MEJShalom tem sido ao longo destes anos a forma quase única de Evangelizar os jovens. Mas outras formas poderão ser assumidas pela Comunidade, como serviço à Igreja e à sociedade e como concretização da missão de Evangelizar os jovens, como padres itinerantes e livres.

9. Ser uma pequena semente de libertação tem levado a comunidade a considerar meios que possam proporcionar à pessoa concreta fazer um caminho de liberdade. São os cursos de R.H., Ed. Libertadora, Eneagrama e outros… Tem também aberto a Comunidade a trabalhos com várias categorias de pessoas, adultos, religiosos, catequistas, professores… Estes trabalhos não poderão desviar-nos da missão própria do carisma: os jovens.

Resumo:
Nosso carisma: Ser Evangelho para os jovens como pequena semente de libertação

Comunidade Shalom Belo Horizonte/2002

Abraço de Deus e dos jovens

Em 1967, o jovem Luís Carlos recebeu o chamado a Evangelizar os jovens. Havia quatro grandes cenários: Angola em guerra; o Vaticano II fermentava a Igreja; a Igreja estava ansiosa para responder às inquietações dos jovens; os jovens, por toda a parte assumiam seu lugar de profetas de um mundo novo.

Dentro do Movimento dos Jovens, nasceu a Comunidade Shalom. Desde Angola (74) até 82, foi a nossa pré-história. Em 83, D. Aloísio reconheceu a Comunidade Shalom como uma Sociedade de Vida Apostólica e, desde aí, definiu-se melhor a nossa história. A Comunidade instituiu-se no modelo que tem atualmente, e enriqueceu-se com membros que permanecem nela com um compromisso para toda a vida. É como se o carisma se tivesse tornado mais definitivo para nós.

Cultivamos a capacidade de interrogar a vida e de nos deixarmos interrogar pela vida, movidos pela inspiração do Evangelho que nos leva à mística da transformação-libertação, como vida de partilha de todos os bens – COMUNIDADE – e vida plena – SHALOM – encontro com Deus, Trindade Santa, através de Jesus que nos leva à plenitude das relações.
Abraço de Deus e dos jovens, na Comunidade, Deus e os jovens se encontram. Somos fruto de uma experiência especial do Amor de Deus que nos revela o chamado a ser Comunidade Shalom, como uma nova família que nasce da fé, da escuta da Palavra, da eucaristia, da experiência de Deus, da doação da vida na evangelização, do compromisso histórico de transformação, e do amor dos jovens que Deus faz nascer em nossos corações.

Comunidade Shalom, homens apaixonados por Jesus Cristo, como uma pequena semente da libertação do Reino, doando generosamente nossa vida, na Evangelização dos jovens.
Ansiamos pelo dia de voltar a Angola, onde reconhecemos nossas raízes e onde nosso carisma e nossa missão florescerão.

Pe. José Luís, CSh

Comentários

Fale Conosco

Preencha os dados a baixo em breve entraremos em contato

Localização

R. Lopes Filho, 303 - Amadeu Furtado
Fortaleza - CE
60455-670



Contato Por Telefone

+55 (85) 3281-1085