O Pobre

                                           

                                            O Pobre

Desejou tornar-se próximo dos pobres. Contemplou muitos rostos, deparou-se com muitos pés, admirou uma enorme criatividade. Entrou em muitas casas. Apertou muitas crianças no peito e viu muitas mãos estendidas. Caminhou na alegria e na serenidade da serra, nos desertos do sertão e das dunas, e nos desafios do mistério do mar. Morou no reino da carnaúba. E saiu muitas vezes machucado da contemplação da injustiça e da miséria. E atravessou umas noites escuras, procurando na fé o sustento da travessia. Encostou o coração na solidão e estendeu a inteligência no sem sentido. Sentou em chãos de muita poeira e bebeu a água de muitos potes. Deixou-se atravessar pelo evangelho e sucumbir diante da encarnação de Jesus que de “rico se fez pobre”. (2Cor.8,9) E quis despir-se de preconceitos e de fantasias, para se virar ao contrário de si mesmo, para buscar a simplicidade do amor, para amar como ama o amor, para provar a amargura do sofrimento e do paradoxo da existência, e a alegria da libertação e da presença do Deus libertador e salvador.

Pe. José Luís, CSh


Comentários



Siga-nos pelo Facebook

Fale Conosco

Preencha os dados a baixo em breve entraremos em contato

Localização

R. Lopes Filho, 303 - Amadeu Furtado
Fortaleza - CE
60455-670



Contato Por Telefone

+55 (85) 3281-1085